Tempo de leitura: 03:13 min

Tomb Raider é um enorme sucesso, Lara Croft popularizou as personagens femininas nos consoles, ganhou muitos games bons, outros ruins, foi sexualizada por muito tempo, mas voltou à ser respeitada com o reboot de 2013. Independente dos erros cometidos, a personagem é amada em todo o planeta, e por isso fizemos está lista com 9 fatos sobre Lara Croft, a Tomb Raider.

1Mulher Pontiaguda

Um dos fatos sobre Lara Croft bem curioso, a heroína original foi feita com apenas 540 polígonos. O corpo era bastante pontiagudo e não era nada sexy. Inclusive as tranças do cabelo de Lara não conseguiram ser reproduzidas para o jogo na sua primeira edição. Só para se ter uma noção, no Tomb Raider de 2013 Lara é composta por mais de 40 mil polígonos. Ficou linda!

2Guinness Book

Lara Croft é um enorme sucesso de público, ela foi eleita pelo Guinness Book “a heroína humana mais bem-sucedida dos videogames” em 2006. O game da heroína teve mais de 35 milhões de cópias vendidas ao longo dos últimos anos.

No total, Tomb Raider teve 6 recordes mundiais até hoje, como personagem feminina mais reconhecida e personagem mais detalhada de um game.

3Grande pequena Equipe

Foram apenas 6 pessoas na equipe de desenvolvimento de Tomb Raider e, coincidência ou não, são 6 inimigos humanos que Lara Croft mata durante o 1º jogo. Nos jogos atuais o número de integrantes da equipe aumenta para mais de 600, aproximadamente.

4Seios

Os seios fartos de Lara Croft foram criados por engano. O desenvolvedor Toby Gard, um dia estava “brincando” com o modelo em 3D e deixou os seios 150% maiores. Os outros integrantes da equipe levaram a sério e gostaram, resultando na arqueóloga “peituda” que conhecemos.

5Não é o Indiana Jones

Originalmente Tomb Raider foi feito pensado em um homem como protagonista. A mudança de sexo foi feita por medo de possíveis comparações com Indiana Jones. E isso poderia resultar em um processo da Lucasfilm. Porém, os conceitos iniciais eram bem diferentes, sua primeira versão era mais assassina, com cabelo mais curto e roupas militares.

Os responsáveis pelo desenvolvimento pensaram que ela poderia remeter ao nazismo. Então, desenvolveram uma mulher mais sexy de herança latina. Inicialmente seu nome seria Laura Cruz. Porém, como a empresa britânica Eidos adquiriu os direitos do game, optaram por algo mais inglês, ou seja, Lara Croft. O nome inglês foi escolhido de uma lista de telefones de Derby, na Inglaterra.

6Estudando História

A equipe de desenvolvimento teve aulas de história e visitaram muitos pontos turísticos para desenvolver as ideias para o game. Inclusive um arqueólogo de verdade, Jean-Yves Empereur, aparece no jogo, e ele não gostou nada disso. Mas, em 2001 os produtores pediram desculpas.

7Matando Gente

Uma das críticas negativas ao Tomb Raider de 2013 é a quantidade de inimigos humanos que devem ser mortos no game. No primeiro Tomb Raider, como já falamos anteriormente, a personagem elimina apenas seis pessoas. Em vez de humanos, a heroína enfrentava animais, como gorilas, leões e até mesmo dinossauros. E o direito dos animais, onde fica nisso?

8Sex symbol

Com toda a publicidade e sucesso de Lara Croft, ela ganhou álbuns de música na França. Além de muitas modelos serem contratadas para representarem a heroína no mundo real, como por exemplo Alison Carroll (foto acima).

Na mesma onda de sex symbol, muitos fãs, no primeiro Tomb Raider, queriam um código que liberasse uma versão sem roupa da personagem. A Eidos gostou da ideia, mas Toby Gard (criador do jogo), vetou os pedidos e pediu demissão após o lançamento.

9HQs

Tomb Raider ganhou diversas HQs, inclusive um crossover com Witchblade, da Image Comics e uma HQ atual sobre o reboot de 2013.

O que achou sobre nossa lista de fatos sobre Lara Croft? Sabe de mais alguma curiosidade? Comete e compartilhe conosco!