A Amazon Prime Video lançou uma primorosa série original intitulada The Marvelous Mrs. Maisel 1ª temporada (A Maravilhosa Sra. Maisel). A produção conta com 8 episódios, de aproximadamente 50 minutos cada, lindamente produzidos e sarcasticamente hilários.

A série criada por Amy Sherman-Palladino narra a história de Miriam “Midge” Maisel (Rachel Brosnahan). Uma linda jovem criada e educada nos padrões dos anos 50 para ser, o que era considerado na época, a dona de casa e esposa perfeita. Mas Midge, apesar de toda a sua educação e extrema feminilidade, tem uma mente a frente de seu tempo. Ela é uma linda mistura de Mary Poppins com Mary Monroe.

Midge “tem tudo” que é necessário para uma vida perfeita em 1958 na cidade Manhattan: um lindo apartamento em Upper West Side; um marido bem-sucedido; pais bem-sucedidos e dois lindos filhos. Sra. Maisel leva a vida como uma gerente eficiente, ela cuida de tudo com uma perfeição pragmática. Seja cuidando dos filhos, fazendo o jantar para a família ou gerenciando o sonho do marido de ser um comediante de stand-up.

Ela é tão perfeccionista que mede, sistematicamente, todos os dias durante 10 anos a circunferência de seu corpo para saber se todas as partes medem igual. Mas se até o paraíso foi corrompido pelo satanás, a vida de Midge não poderia ser diferente. Seu esposo Joel (Michael Zegen), como foi citado anteriormente, tem o sonho de virar comediante e sempre se apresenta no Gasligth Café. Mas ele não tem o talento suficiente, e uma de suas apresentações acaba em completo desastre.

The Marvelous Mrs. Maisel 1ª temporada
Miriam “Midge” Maisel (Rachel Brosnahan), dando seu show bêbada.

Desanimado com o resultado de sua apresentação, Joel age imaturamente e culpa a esposa por sua derrocada. E então decide ir embora, e ainda assume um caso com sua secretária. Desolada e desanimada por ser abandonada e ter sua “vida perfeita” abalada, Midge fica bêbada e se dirige ao Gaslight Café. A linda jovem sobe ao palco e agarra o microfone. Então começa um enorme monólogo sarcástico e irônico que por fim acaba em gargalhadas e palmas da plateia. Midge então consegue uma coisa que seu marido nunca conseguiu.

Imagine o seguinte, em pleno século XXI a comédia ainda é um meio muito masculino, então nos anos 50 as coisas eram bem piores. The Marvelous Mrs. Maisel 1ª temporada retrata isso de maneira brilhante. O machismo imperava com toda a força e as mulheres eram criadas para serem donas de casa e esposas “perfeitas”.  Mas o que mais me deixa feliz é que Midge não faz parte do estereotipo de mulher forte ultimamente vomitado por Hollywood em todos os filmes e séries atuais.

Midge tem toda a educação e armas da vaidade feminina, mas sua mente é revolucionária e inteligente. Ela não precisa usar botas ou abandonar suas características femininas e educacionais para ser uma mulher forte. Midge nocauteia o machismo com belos saltos, maquiagem da moda e toda a delicadeza necessária para deixar qualquer um (homem ou mulher) apaixonado.

The Marvelous Mrs. Maisel 1ª temporada
Susie Myerson (Alex Borstein), proprietária do Gaslight Café.

Em contrapartida a toda a feminilidade de Midge, temos a “durona” Susie Myerson (Alex Borstein). A proprietária do Gaslight Café, que enxerga um talento nato para a comédia em nossa linda heroína. Susie é uma mulher que se veste de forma masculinizada, e sempre tem uma atitude ácida e intolerante com as pessoas. Mas no decorrer da série vemos que a aparência rude serve para esconder uma adorável, apaixonante e independente mulher.

O piloto da temporada de The Marvelous Mrs. Maisel 1ª temporada é brilhante e encantador, e já podemos ver a grandiosidade da produção. Todos os personagens são encantadoramente bem descritos. Não são apenas mulheres brilhantes, mas todos os personagens coadjuvantes chamam atenção pelas suas características muito bem contextualizadas com a época. O destaque vai para o pai de Midge, Abe Weissman (Tony Shalhoub). É um patriarca amável e divertidamente gentil, sempre tentando proteger sua filha da sociedade machista o tempo inteiro, muito bem executado.

The Marvelous Mrs. Maisel 1ª temporada
Abe Weissman (Tony Shalhoub), pai de Midge.

Tem muito tempo que não assisto uma série para me deixar tão feliz. O cenário é espetacular, as cores extremamente pops e vibrantes são lindas. Toda a ambientação é esplendorosa, e o mais incrível e encantador é a trilha sonora, o tempo inteiro somos agraciados com músicas da época. A trilha é tão boa que ao final, nos créditos de todos os episódios, temos uma música diferente. Eu assisti ao credito de todos os episódios só para escutar as músicas até o final.

Midge é uma personagem encantadoramente engraçada e brilhante. Ela não abaixa a cabeça diante dos desafios e machismos impostos pela sociedade da época. Ela não perde a oportunidade de afrontar o preconceito de maneira sarcástica e inteligente. É uma personagem espontânea e natural, a escolha de Rachel Brosnahan é perfeita, ela nasceu para ser a Maravilhosa Sra. Maisel.

The Marvelous Mrs. Maisel 1ª temporada é dinâmica e muito divertida, o cotidiano e evolução dos personagens possui uma narrativa envolvente. Miriam “Midge” Maisel é a personificação da mulher independente e inteligente. Ela se machuca, cai e se levanta de cabeça erguida usando sua língua afiada e pensamento sarcástico para “metralhar” o preconceito da sociedade.

O fato que me deixou mais triste foi o término da temporada, eu queria mais episódios. The Marvelous Mrs. Maisel 1ª temporada não é a história de uma mulher qualquer. É a narrativa épica de uma heroína procurando seu lugar no mundo e promovendo a diferença em uma sociedade machista e preconceituosa.