Sacred 3
Sacred 3

Conseguimos finalizar mais um jogo e dessa vez é o famoso Sacred 3. Sente conosco aqui na mesa do nosso boteco e vamos a análise.

Sacred 3 é um jogo em terceira pessoa, misturado com rpg e hack and slash, particularmente gosto muito dessa mistura.O jogo é multi-plataforma (PC, Xbox 360 e PS3), atualmente não encontrei nada sobre o jogo para next gen, desenvolvido pela a Keen Game e distribuída pela a Depp Silver.

Sacred 3 xbox 360 capa
Sacred 3 xbox 360 capa

História de Sacred 3

O jogo tem uma história simples e direta, Ancária cidade onde se passa o jogo, vivia em paz, porém Lord Zane começou a instalar a escuridão no mundo de Ancária, Zane tem o objetivo de conquistar o Hearth Ancaria, coração de ancária. Assim abrindo os portões do “inferno” e criando um exercito sem limite de demonios. O coração de Ancária é protegido por anjos chamados de guardião Seraphim.

Para proteger o coração de Ancaria e limpar o mundo do exercito do Zane são chamados os melhores guerreiros de Ancaria.

Personagens

sacred 3 personagens
Sacred 3 Personagens: Seraphim, Safiri, Ancarian, Khukuri e Malakim

Cada héroi tem sua personalidade e caracteristica e podem utilizar dois especiais, no inicio do jogo você escolhe as classes : Seraphim, Safiri, Ancarian, Khukuri e Malakim.

Os Seraphim – sempre foram os guardiões de Ancaria. Após séculos de silêncio eles despertaram novamente com Claire comandando suas irmãs contra o terrível Emperador Zane. Ela utiliza uma espada e poderes divino, fazendo do personagem um ser misto, entre combate e magia.

Os Safiri’s – são habitantes das ilhas do Mar do Sul, marinheiros e mercadores e piratas. Como todo pirata, gosta de caçar,é aí que entra Marak. Como um membro da Ordem do Sol, ele caça corsários e deixa seus navios em pedaços usando seus poderes do sol. Mas agora chegou a hora de testar sua força e poderes de fogo contra outros tipos de inimigos. Ele utiliza um machado grande e digno e sai destruindo tudo que encontra na frente

Ancarian – No passado grande reino Ancaria era um grande exemplo de força e imponência, porém agora tudo que restou foram suas memórias que já estão de dissipando e os contos que Alithea ouviu de sua herança real em volta das fogueiras dos grupos da resistência. Uma ferreira e mestre de lanças, ela usa suas habilidades e poderes de terra e natureza contra o Império Ashen, pronta para recuperar a paz que foi tirada de seu povo. Típica mulher guerreira de lança, rápida e fatal.

Os Khukuri – tiveram sua origem nos picos gelados do Norte. O ato de contar histórias é responsável por boa parte de sua rica cultura e Vajra é um grande herói desses contos devido aos seus grandes feitos. Ele empresta seu grande domínio com arco e flecha e poderes de gelo para buscar a paz e enfim ele poder tomar seu chá tranquilo.

Malakim – seu passado é um misterio. Os rumores sobre assassinos obscuros cresceram depois que as tropas de Ashen forma dizimadas em áreas remotas de Ancaria. Então Kython apareceu, trazendo para a Resistência sua habilidade com magia sangrenta e lâminas curvadas duplas. Os membros da Resistência sempre se perguntam sobre o que seria mais afiado: o corte das armas de Kython ou sua língua.

Além dos personagens você escolhe um aliado para seguir sua aventura, um espirito, cada um tem suas bonificações que auxiliaram nos momentos mais tenso do jogo.

A árvore de skill é bastante simples e linear, você vai evoluindo quase que seguindo a mesma linha de skill de acordo com o “gold” que é “dropado” no chão.

Equipamentos

Os equipamentos do personagem segue a mesma lógica, você vai aumentando o level e evoluindo o equipamento com gold, um conceito um pouco diferente dos jogos de hoje, pois você não espera o equipamento cair, ou vai na loja comprar o equipamento desejado.

Acho que o jogo pecou um pouco sobre esse conceito, me pareceu que o jogo foi feito nas pressas ao invez de tentar pensar uma forja de criar um set bacana para cada personagem.

Ambiente

Ancária é como qualquer mundo de RPG, tem cidades, cavernas, porto, pantanos e você joga e passa por todos esses ambientes, o cenário é bem bonito e acaba encantando com tantos detalhes.

Sacred 3 Ambiente
Sacred 3 Ambiente

Conclusão

Gostei bastante do jogo, talvez por ter encontrado gente na live para jogar. É um tipico de jogo para você chamar alguns amigos e fazer uma jogatina se divertindo e batendo um papo, não sei se conseguiria finalizar o jogo, jogando na modalidade off-line e solo. Pois é bem repetitivo.

Como acho válido qualquer jogo que passe diversão e melhor ainda sendo co-op. Viro 3 canecas de cerveja pra SACRED 3 !!!

Pague um café!

Gostou desse artigo? Que tal pagar um café ao nossos Autores? Eles ficaram felizes com seu apoio =)

COMPARTILHAR
Artigo anteriorNovo blog no boteco
Próximo artigoStar Wars: Muitas novidades durante a D23 Expo
Eu sou formado em Análise de sistemas e pós-graduado em Engenharia de software. A minha jornada com jogos iniciou com quatro anos de idade, no colégio jogava RPG de mesa, as tarde jogava Nintendo, durante as noites lia alguns quadrinhos. Com o passar dos anos joguei alguns títulos tanto de pc quanto de console.Tive minha adolescência no campo de batalha dos pvp's do MMO. Por fim, aceitei essa quest de fazer parte do boteco, comentando e conversando sobre o universo geek.