Tempo de leitura: 03:16 min

A franquia The Witcher se inciou em uma série de livros escritos pelo polonês Andrzej Sapkowski e desde o seu lançamento, a história já foi adaptada para o cinema, TV e para os games através da sensacional trilogia criada pela CD Projekt RED. Essa última adaptação, além de ter feito um sucesso impressionante, também gerou uma minissérie em quadrinhos que foi fruto de uma parceria entre a CD Projekt RED e a editora Dark Horse, estou falando da HQ A Casa de Vidro.

Nessa HQ escrita por Paul Tobin e desenhada por Joe Querio, vemos o bruxo Geralt de Rivia, um caçador de monstros que viaja pelo mundo oferecendo seus serviços em troca de dinheiro, encontrando um pescador que sofre com a perda da sua mulher e é constantemente assombrado com sua visão. Após ouvir sua história e descansar de sua viagem, Geralt decide que é hora de partir e seu novo amigo decide acompanhá-lo. Juntos eles adentram na temida Floresta Negra, um local onde apenas os tolos entrariam por vontade própria e quando ambos se dão conta do grande erro que cometeram, já é tarde demais. Com esforço Geralt consegue chegar a uma mansão abandonada no meio da floresta, aparentemente guiado pelo espírito da esposa do seu novo amigo. Um lugar misterioso chamado A Casa de Vidro.

Geralt começa a perceber que a mansão é muito mais sombria e é muito mais perigosa do que aparenta. Suas paredes guardam um segredo terrível e se o bruxo pretende sair vivo dessa mansão, ele deve primeiro desvendar esse mistério.

Apesar dessa minissérie ser baseada nos jogos da CD Projekt RED, a HQ não informa exatamente onde a história se encaixa ou até mesmo se ela pode ser considerada cânone. Mas não será incomum que inconscientemente você tente encaixá-la em algum lugar na cronologia dos jogos.

a casa de vidro imagem 1

A Casa de Vidro é um encadernado realmente imperdível, o roteiro de Paul Tobin funciona muito bem, conseguindo agradar os fãs da franquia e até mesmo aqueles que nunca nem mesmo ouviram falar. Paul Tobin toma cuidado para escrever um roteiro que não necessite de um conhecimento prévio sobre o mundo e sobre os seus personagens, no decorrer da história são dadas pequenas informações que suprem essa necessidade e deixam o leitor com vontade de conhecer ainda mais sobre esse incrível universo. Porém ainda assim o encadernado peca em não possuir uma pagina introdutória para apresentar ao leitor o universo e a origem da franquia.

O desenho de Joe Querio pode parecer estranho no começo, ao ponto de desagradar algumas pessoas, mas conforme você passa as páginas, você percebe o quanto a arte de Querio é ideal para a história. O desenhista possui um traço com características sombrias que casam muito bem com o roteiro de Paul Tobin e com todo o clima que a HQ necessita.

a casa de vidro imagem 4

A HQ foi originalmente lançada em 2014, possuindo um total de 5 edições. A edição Brasileira, lançada pela editora Media Pixel, é um encadernado de luxo contendo todas as 5 edições e mais 16 páginas de extras. O encadernado possui um bom acabamento e é muito bonito (apesar de que os colecionadores mais exigentes e observadores podem achar algumas imperfeições no acabamento).

Essa é facilmente uma excelente aquisição para qualquer coleção.

Pontos positivos

  • Excelente história
  • Material até então inédito no Brasil
  • Edição de luxo muito bonita

Pontos Negativos

  • O encadernado custa R$34,90. Ele poderia ser um pouco mais barato
  • Após uma análise minuciosa, é possível perceber algumas irregularidades no encadernado

Nota

Nota 4
Nota 4/5

A casa de vidro Preview

 

the witcher - a casa de vidro capa hqFicha Técnica – The Witcher: A Casa de Vidro

Data de lançamento: setembro de 2015
Editora: Media Pixel
Roteiro: Paul Tobin
Arte: Joe Querio
Número de páginas: 144
Formato: Capa dura, colorido
Preço de capa: R$ 34,90